quarta-feira, 27 de agosto de 2014

[Resenha] As luzes de setembro



Título: As luzes de setembro
Autor: Carlos Ruiz Zafón
Editora: Suma de letras
Páginas: 232
Ano: 2013
Nota: 3 estrelas
Sinopse: Durante o verão de 1937, Simone Sauvelle fica de repente viúva e abandona Paris junto com os filhos, Irene e Dorian. Eles se mudam para uma cidadezinha no litoral da Normandia, e Simone começa a trabalhar como governanta para Lazarus Jann, um fabricante de brinquedos que mora na mansão Cravenmoore com a esposa doente. Lazarus demonstra ser um homem agradável, trata com consideração Simone e os filhos, a quem mostra os estranhos seres mecânicos que criou: objetos tão bem-feitos que parecem poder se mover por conta própria. Já Irene, fica encantada com a beleza do lugar e por Ismael, o pescador primo de Hannah, cozinheira da casa. Os dois logo se apaixonam. Todos estão animados com a nova vida quando acontecimentos macabros e estranhas aparições perturbam a harmonia de Cravenmoore: Hannah é encontrada morta, e uma sombra misteriosa toma conta da propriedade. Juntos, Irene e Ismael, desvendam o segredo da espetacular mansão repleta de seres mecânicos e sombras do passado,enfrentam o medo e investigam as estranhas luzes que brilham através da névoa em torno do farol de uma ilha.Em As luzes de setembro, aquele mágico verão na Baía Azul será para sempre a aventura mais emocionante de suas vidas, num labirinto de amor, luzes e sombras.

~~~~~~~~~~~~~~

As luzes de setembro é o último livro da trilogia da névoa, do Zafón, dentre os três, não foi o que eu mais gostei, foi o enredo mais fraco, mas não deixou de ser muito bom. Lembrando que essa trilogia não é cronológica, ela nem é ligada diretamente, sua ligação se dá apenas na temática, suspense e magia. 

No verão de 1937, Simone Sauvelle fica viúva e seu mundo desmorona de uma hora para a outra. São muitas dívidas feitas pelo marido e o chão cedeu sob seus pés. Um amigo da família consegue com seus contatos uma oportunidade de recomeço para Simone e seus filhos, Irene e Dorian.

Então, os três, se mudam de Paris para o litoral da Normandia, onde tem a chance de recomeçar sua vida. Simone trabalhará como governanata na mansão de Lazarus Jann, um inventor de brinquedos e automatos um tanto reais.

Irene e Dorian estão adorando a nova fase. Dorian, ficou encarregado dos recados entre a mansão de Lazarus e a cidade e em seu tempo livre, aprende mais sobre a construção dos automatos com seu novo amigo Lazarus. Irene, conheceu a cozinheira da mansão, Hannah, que lhe apresentou o primo Ismael. Hmmmm, logo de cara os dois se interessam. Imagina se a Irene está gostando da nova vida ♥

Enfim, está tudo indo as mil maravilhas, até que o livro realmente começa, Hannah acorda no meio da noite com um barulho incômodo, e tchanam, leiam e descubram muahaha.

O Zafón constrói muito bem seus personagens. Irene é uma menina muito doce e gentil, Hannah é uma jovem que cresceu numa cidade pequena, que fala pelos cotovelos. Dorian é um jovenzinho muito corajoso e observador. Ismael, um pescador sedutor que arranca suspiros. Lazarus, é um senhor muito misterioso, simpático e educado, e desde o começo já percebemos que um mistério ronda aquela mansão.

Nesse livro, somos transportados a um mundo sombrio, achei bem legal que uma lenda germânica, que eu nunca havia ouvido falar "Doppelgänger" é envolvida na trama.
Doppelgänger, segundo as lendas germânicas de onde provém, é um monstro ou ser fantástico que tem o dom de representar uma cópia idêntica de uma pessoa que ele escolhe ou que passa a acompanhar [...] Ele imita em tudo a pessoa copiada, até mesmo as suas características internas mais profundas. [...]
É uma leitura que eu recomendo para pessoas que gostem do gênero suspense e situações macabras!




  2 comentários:

  1. Que blog e resenha encantador, adorei sério. Fiquei super afim de ler este livro parecer ser muito bom. Estarei daqui por diante, acompanhando seu blog. Muito bom de verdade! Parabéns pelo seu trabalho!

    www.achadosdeluna.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Carol! Fico feliz que tenha gostado. Eu gostei bastante desse livro, mas tenta ler o resto da trilogia também, os outros dois são melhores!

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar! Sua participação é muito importante para nós.

Navegue

Tecnologia do Blogger.

Receba as novidades

Seguidores

Translate

Google+

Releia

FanPage

Julliany está lendo:

VEP no Twitter