sexta-feira, 27 de junho de 2014

[Resenha] Butterfly



Autora: Kathryn Harvey

Editora: Universo dos Livros

Páginas: 520

Nota: 4 estrelas

Sinopse: No andar de cima de uma loja exclusivamente masculina na Rodeo Drive existe um clube particular chamado Butterfly, um espaço em que as mulheres são livres para expressar suas fantasias eróticas mais secretas. Somente as mulheres mais belas e mais poderosas de Beverly Hills são convidadas a entrar: Jessica, uma advogada que suspira pela época em que os homens eram machos e as mulheres satisfaziam seus prazeres; Trudie, uma construtora que quer um homem que a desafie em todos os sentidos e sem tabus; e Linda, uma cirurgiã que usa máscaras para desmascarar os desejos que esconde até de si mesma. Contudo, a mais misteriosa de todas as mulheres é a que criou o Butterfly. Ela mudou o nome, o sotaque, até mesmo o rosto para esconder sua verdadeira identidade. E agora está prestes a revelar seu passado para concretizar a obsessão secreta que a levará além do êxtase...

Minha opinião: Butterfly é o primeiro volume de uma trilogia que aborda assuntos trágicos, porém presentes na dia a dia como prostituição infantil, pedofilia, estupro, aborto e corrupção política e religiosa. Tem uma boa dose de vingança, deliciosa de se acompanhar e ver os desdobramentos para a realização da mesma com muito êxito, é surpreendente, de verdade. O livro monta um enorme quebra-cabeça delicioso de se montar.
            
A história gira em torno da misteriosa dona do Butterfly, o livro é incrível, ele vai para o passado e volta para o presente no decorrer dos capítulos e isso me deixa curiosa para saber o que aconteceu, qual o ponto que fez todos chegarem ao lugar que estão. A trajetória da personagem principal é incrível e admirável, no decorrer da trama é contada a história das amigas da personagem, do seu primeiro amor Danny  que no decorrer do livro vocês vão ver que não deu muito certo e seu fiel companheiro de maldades  e truques.
            
A respeito do Butterfly, é um clube exclusivo no andar de cima de uma loja de roupas masculinas aonde as mulheres vão para se divertir com os homens e realizar suas fantasias sexuais, mas para principalmente resolver seus problemas internos em relação aos homens e sexo, pra quem esperou do livro um romance ou uma historia de sexo picante, vai acabar se decepcionando, mas vai conhecer um erotismo sentimental e quente que não é o centro do livro, apenas um detalhe a mais, porém não tenho dúvidas de que irão se encantar com a história que mostra que as mulheres são mesmo o sexo forte, que elas conseguem superar, se reerguer e lutar por seus objetivos e que ao mesmo tempo são frágeis por dentro. Vai misturar paixão, ódio e amor tudo ao mesmo tempo.
            
As mulheres que frequentam o Butterfly para resolver as questões que as incomodam descobrem que o verdadeiro problema é se aceitar, são elas, Linda uma médica que procura trabalhar para fugir dos seus pensamentos, Trudie uma mulher livre, que faz trabalho que geralmente os homens fazem e por isso precisa ser durona, mas que procura por um amor nas noites de sábado e que para mim muitas vezes era engraçada e Jessica que é casada com uma cara insuportável, controlador, grosso, arrogante (um verdadeiro imbecil, eu odiei ele).
            
A história toda gira em torno do Butterfly e da personagem principal que se chama Rachel, porém com o decorrer da história, mudará seu nome, sotaque e até aparência e passara a se chamar Beverly Highland (nome que surgiu a partir de duas principais avenidas de Holywood). Beverly é uma mulher séria que colabora com todas ações filantrópicas possíveis e que luta por uma vingança junto com suas companheiras e verdadeiras amigas que possuem uma imensa bondade e todas contaram amas com as outras sempre.
            
Eu me encantei com quase todas as personagens porém as vezes senti raiva de algumas pois as achava dramáticas e sem ação muitas vezes, mas quase sempre elas se superaram e me encantaram.
            
O livro é bem grande e às vezes falava de detalhes da história que não eram realmente necessários no momento, o que me incomodava, pois eu queria saber logo o que ia acontecer com os outros personagens em momentos importantes, mas no fim percebi que os detalhes foram importantes para o fechamento do caso.
            
Recomendo o livro para as pessoas que gostam de historias que tenham um mistério, suspense e incríveis recuperações em relação ao passado que reaparece tantas vezes na vida dos personagens.
            
Apenas pelo motivo da minha ansiedade, eu dou 3 estrelas para o livro, por achar que certos detalhes não eram interessantes e que faziam com que eu perdesse o interesse, mas o final é incrível, revelador e surpreendente e me deixou curiosíssima para ler a continuação que se chama STARS e em breve eu postarei a resenha do mesmo.
            
Espero que vocês leiam o livro e gostem muuito e que compartilhem o que acharam da historia comigo. Peço desculpas por algum erro ou por não ser uma resenha tão boa, pois esta é a minha primeira e eu pretendo me aperfeiçoar com o tempo.


Beijinhos a todos, Amanda.

  2 comentários:

  1. Oii,

    Por ser sua primeira resenha está otima ;)

    Não conheço o livro, mas me interessei pela sinopse. Vou colocar na listinha.

    Boa sorte com o blog!!

    Beijinhos,
    entrechocolatesemusicas.blogspot.com.br
    Blog EC&M |
    Facebook EC&M |
    Twitter EC&M

    ResponderExcluir
  2. Oii Ana Paula,
    Muuito obrigada de verdade, e eu espero que você goste do livro, beeeijos.

    ResponderExcluir

Obrigada por comentar! Sua participação é muito importante para nós.

Navegue

Tecnologia do Blogger.

Receba as novidades

Seguidores

Translate

Google+

Releia

FanPage

Julliany está lendo:

VEP no Twitter