sexta-feira, 15 de agosto de 2014

[Resenha] Convergente




Título: Convergente
Autora: Veronica Roth
Editora: Rocco
Páginas: 528
Ano: 2014
Nota:
Sinopse: A sociedade baseada em facções, na qual Tris Prior acreditara um dia, desmoronou - destruída pela violência e por disputas de poder, marcada pela perda e pela traição. Portanto, diante da chance de explorar o mundo além dos limites que ela conhecia, Tris não hesita. Talvez, assim, ela e Tobias possam ter uma vida simples e nova juntos, livres de mentiras complicadas, lealdades suspeitas e memórias dolorosas. No entanto, a nova realidade de Tris torna-se ainda mais alarmante do que aquela deixada para trás. Antigas descobertas rapidamente perdem o sentido. Novas verdades explosivas transformam os corações daqueles que ela ama. Então, mais uma vez, Tris é obrigada a compreender as complexidades da natureza humana enquanto convergem sobre ela escolhas impossíveis que exigem coragem, fidelidade, sacrifício e amor. Narrado sob uma emocionante perspectiva dupla, Convergente conclui de maneira poderosa a série que alcançou o primeiro lugar na lista de bestsellers do New York Times, na qual Veronica Roth revela os segredos do mundo distópico que cativou milhões de leitores com Divergente e Insurgente.

~~~~~~~~~~~~~~

ATENÇÃO PODE CONTER SPOILERS DOS LIVROS ANTERIORES

Sem dúvida minha distopia favorita, me desidratei horrores no fim. A Veronica me surpreendeu de uma forma que eu fiquei abismada. O enredo te prende do começo ao fim da saga.
Depois da exibição do vídeo de Edith Prior para a população de Chicago, Tris, Christina e Cara ficam retidas para interrogatório, já que elas conspiraram contra a nova líder da cidade. A cidade está mergulhada em uma ditadura, onde Evelyn (mãe de Tobias) e os sem-facçao são os tiranos, ninguém dá um passo sem eles saberem.
Depois do interrogatório, Tris é solta e é convidada para uma reunião secreta, nessa reunião ela conhece um grupo chamado Leais, liderado por Cara e Johanna, o objetivo principal era dar prosseguimento ao pedido da Edith Prior. No decorrer da reunião, eles bolam um plano, assim um pequeno grupo é mandado para fora da cidade de Chicago.
Ao chegar ao Departamento a que são levados, eles conhecem toda a estrutura que ronda Chicago e a narrativa é tão detalhada e rica, que conseguimos absorver e compreender a confusão pela qual eles estão passando. A cada revelação, você cria uma perspectiva diferente da situação, então sim essa perspectiva muda a cada página e elas param de vir.
O significado de Divergente muda completamente, eles não são mais os anormais que são imunes ao soro, eles são muito maiores que isso. Mas quero deixar meu parecer aqui, não concordei com a visão do Departamento sobre isso em momento nenhum, não passou de preconceito u.u
O fim foi excepcional, ele nos msotra a importância da amizade e do companheirismo, pois sem esses dois fatores outros personagens também desmoronariam (mais que desmoronaram). Não tenho palavras para descrever o quão excepcional foi esse desfecho criado pela Veronica. Me senti muito sozinha quando acabou, essa trilogia se tornou a minha favorita (ela conseguiu superar Hush Hush) e eu sinto falta da minha amiga Tris.
Desta vez temos um narrativa dupla, acompanhamos a história pelos pontos de vista da Tris e do Tobias, vemos sentimentos sendo revirados, pensamentos se chocando, decepções. Fiquei muito triste com alguns acontecimentos e como eu já disse me desidratei várias vezes.
Nesse livro, não temos só batalhas e sangue, elas existem claro, mas o maior foco é nos mostrar a ordem dos acontecimentos, o que aconteceu para chegarmos a esse ponto e acontecerá a partir de agora, revelações sobre a família, as origens me surpreenderam, jamais imaginaria.
Eu só mais uma coisinha a acrescentar, leiam, leiam e leiam essa trilogia, é sério, podem acreditar em mim quando digo que esse mundo criado pela Veronica, vai encantar muito todos vocês, não vão se arrepender, não estou dizendo que ficarão felizes com tudo, mas é compreensível, e o final é digno de admiração, pois nossa querida autora, foi muito corajosa, uma coisa que falta em alguns autores.



  2 comentários:

Obrigada por comentar! Sua participação é muito importante para nós.

Navegue

Tecnologia do Blogger.

Receba as novidades

Seguidores

Translate

Google+

Releia

FanPage

Julliany está lendo:

VEP no Twitter