terça-feira, 5 de maio de 2015

[Resenha] Feitiço - Saga Encantadas #2



Olá amigos e amigas! Depois de muito tempo, estou voltando com as minhas resenhas. Esse livro eu li no fim do ano passado, mas como eu tinha pausado as atualizações do blog, por falta de tempo (conclusão de semestre, provas, novo emprego, etc), eu vou postá-la agora. Pode ser que eu deixe passar alguns detalhes, mas tenho o costume de anotar, sempre durante a leitura, minhas opiniões, observações e informações úteis para me ajudar na resenha, então vai ser com base nessas anotações que vou escrever essa resenha. Então vamos lá!

~~~~~~~~~~~~~~

Título: Feitiço
Autor: Sarah Pinborough
Páginas: 248
Editora: Única
Nota: 4
Sinopse: Cuidado com o que você deseja! Para fãs de Once Upon a Time e Grimm, a série Encantadas prova que contos de fadas são para adultos! 

Você se lembra da história da Cinderela, com sua linda fada madrinha, suas irmãs feias e um príncipe encantado? Então esqueça essa história, pois nesta releitura de Sarah Pinborough ninguém é o que parece.
Em um reino próximo, a realeza anuncia um baile que encontrará uma noiva para o príncipe e parece que o desejo de Cinderela irá ganhar aliados peculiares para ser realizado. Contudo, não será fácil: ela não é a aposta de sua família para esse casamento real, e sua fada madrinha precisa de um favorzinho em troca de transformar essa pobre coitada em uma diva real. 

Enquanto isso, parece que Lilith não está muito contente com os últimos acontecimentos e, ao mesmo tempo em que seu reino parece sucumbir ao frio, ela resolve usar sua magia para satisfazer suas vontades. 
Feitiço é o segundo volume da trilogia iniciada com Veneno, um best-seller inglês clássico e moderno ao mesmo tempo em que recria as personagens mais famosas dos irmãos Grimm com personalidade forte, uma queda por aventuras e, eventualmente, uma sina por encrencas. Princesas, rainhas, reis, caçadores e criaturas da floresta: não acredite na inocência de nenhum deles! 

~~~~~~~~~~~~~~

Nesse segundo volume da série, temos a releitura do conto da Cinderella, sempre gostei muito da história dela, mas devo confessar que não gostei da personagem no começo do livro, foi mais ou menos da metade pro final, que melhorou.


--------------------------------------------------------------------------------------------------------

"- Nós devíamos ter contado a você. - Rose estava olhando fixamente para o vazio. - Devíamos mesmo. Talvez assim você não tivesse crescido para ser tão má com a gente o tempo todo. Cinderela se virou e saiu correndo. Ela não olhou para trás."
--------------------------------------------------------------------------------------------------------

Basicamente a estrutura é parecida, Cinderella é a "empregada" da casa, a madrasta tem a preferência pelas suas filhas legítimas, ela não pode ir a eventos da realeza, etc, mas, aqui a Cinderella já começa tenho uma paixonite pelo príncipe, ou pela sua foto rs o pai dela está vivo, ela não é nem um pouquinho inocente, uma das irmãs é recém-casada, assim quase aparece em casa, ou seja, a atenção é voltada totalmente para a irmã do meio, Rose.
O príncipe, decide fazer o baile para a escolha de sua futura noiva, e claro  Cinderella quer por tudo ir ao evento. Então tchãnã aparece a fada madrinha, ou melhor, bruxa madrinha. Mas, aqui, é uma troca de favores, nada é de graça. Então, ela vai ao baile, mas ela precisa fazer um favor, relacionado a algo do primeiro livro, que lógico, não vou contar.
O desejo de casar com o príncipe é tão grande, que ela só percebe a burrada quando se muda para o castelo, a partir daí eu começo a gostar dela. E ela só percebe, por conta de uma pessoa, que eu nunca imaginaria ter tanta importância, me surpreendeu, e muito.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------
" - Calma, eu não disse que não havia um preço por isso.
- O que quer dizer? - Os dedos delgados estavam tão afundados em seu pele que ela ficou com medo que deixassem marcas.
-Tudo na vida tem seu preço. - Lentamente, a fada madrinha a soltou. - Posso fazer isso por você, mas tem uma coisa que quero em troca."
--------------------------------------------------------------------------------------------------------

Um ponto muito importante! Aqui temos uma inversão de papéis, bem de leve, princesas e rainhas, gosto disso. Como eu já disse, a Cinderella não é aquela garotinha meiga e fofa, ela egoísta e muito safada, de verdade.
A Rose, é a irmã do meio, o centro das atenções, é ela quem comparece nos eventos da corte e é ela que a madrasta quer que se case com o príncipe, mas ela se mostra muito desajeitada  e não dá muito certo. Ela é uma pessoa sensível e determinada. E acaba sendo de extrema importância para a trama.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------
"Sua vida ia ser tão ruim assim para sempre? Só trabalho, só ficar na sombra de Rose e de Ivy? A irmã de criação pobre? A plebeia? Talvez fosse como tinha que ser, mas ela só queria uma noite. Uma noite apenas em que se sentisse especial. ... Só um baile, desejou ela. Ela queria poder ir ao castelo pelo menos uma vez."
--------------------------------------------------------------------------------------------------------

Gente, no fim, acontece algo que me deixou chocada, o desfecho de Veneno, eu NUNCA imaginaria um fim daqueles, A Sarah foi brilhante. 
E vocês galera? Já começaram a ler a saga? Não? Tá esperando o que? Você que gosta de releituras ou de contos de fadas, leia!



0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada por comentar! Sua participação é muito importante para nós.

Navegue

Tecnologia do Blogger.

Receba as novidades

Seguidores

Translate

Google+

Releia

FanPage

Julliany está lendo:

VEP no Twitter